sábado, 14 de novembro de 2009

Uma breve análise do tempo

Já percebeu como o tempo parece passar bem mais devagar quando a gente é criança? Não dá pra explicar, mas quando eu tinha oito anos de idade parecia que eu já tinha vivido tanto tempo! Como demorava chegar à idade em que eu poderia fazer tudo. Dirigir!
Hoje eu tenho a idade em que se pode “fazer tudo”. Já dirijo, já moro fora de casa, já namoro – pra isso não foi preciso esperar essa tal idade – e já posso até ser preso. Enfim, já sou um homem e, no entanto, não faço nada! Seria capaz de fazer loucuras para poder voltar a ser criança. Acho que estou com aquela “famosa” Síndrome de Peter Pan (é assim que escreve?).
Não tenho mais TV paga em casa e sou obrigado a assistir aos canais abertos, daí estava eu, em minha sala, assistindo à novela das oito – mas que sempre passa as nove – e, cara, tem dois personagens na trama que a vida deles é viajar pelo mundo, conhecendo lugares, culturas. Esses sujeitos não trabalham? Onde eles arrumam dinheiro? Ai, que inveja!
Estou falando isso porque acho que o tempo passa devagar para as crianças devido ao fato de não trabalharem, não terem preocupações e a única correria que precisam enfrentar é a das ruas, com o pique esconde ou com a bola de futebol no pé. Então, como se já não bastasse esses caras da novela passearem pelo mundo todo, curtindo a vida, eles ainda são como crianças, que sentem o tempo passar lento e assim podem aproveitar ainda mais?! Isso tudo me parece tão cruel!
Penso que a sensação cronológica das crianças deve ser mais lenta porque ainda viveram pouco e, se parar pra refletir, isso é a vida inteira deles. Mas se eu, aos vinte anos de idade, sinto isso e já não tenho tempo para fazer metade das coisas que queria, como será quando eu tiver oitenta?
Acho melhor parar de pensar nessas coisas, senão vou precisar aumentar as consultas com minha terapeuta. Melhor continuar esperando que alguma alma generosa e genial invente a tão sonhada máquina do tempo, para que eu possa reviver os meus oito anos sempre que quiser.

4 comentários:

  1. Aa..aliás, gostei da nova imagem inicial do blog. Nunca vi tanta boca na minha vida!
    rs
    abração

    ResponderExcluir
  2. Vlw primão, tava sentindo falta dos seus comentários ja. q bom q vc gostou do texto. escrevi ele tão rapidinho! e quanto a imagem, vc vai ver muito mais boca q isso ainda. hauhaua.
    vlw linguarudo.

    ResponderExcluir
  3. Pow vini, vc ainda vai ver muito mais boca, do q ta vendo agora, durante a sua vida. hauahuahua. Mas gostei de ver q te dei uma animada com rewlação às bocas. hauhau.
    abração linguarudo!

    ResponderExcluir